Preços das carnes de boi recuam

Felipe Quintella - Jornal Estado de Minas

Os cortes de carne bovina estão mais baratos em relação a um mês atrás na Grande Belo Horizonte. Segundo levantamento de preços feitos pelo site de pesquisas Mercado Mineiro junto a 56 açougues nos últimos dias 2 e 3, 11 cortes de boi sofreram queda de preço na sexta-feira passada em relação a 3 de dezembro de 2019. O acém foi o que mais variou: o preço médio do quilo era de R$ 22,75 há 30 dias e passou para R$ 21,40, queda de 5,93%.
O chã de dentro ficou em média 5,1% mais barato. Em um mês, o gasto com o corte saiu de R$ 33,50 o para R$ 31,79 o quilo. O chã de fora também ficou mais barato, com o preço caindo em média 5,06% no período. Em dezembro, a peça custava R$ 30,80 o quilo e agora está em R$ 29,24.
O levantamento de preços feito pelo Mercado Mineiro concluiu que a maminha tradicional barateou. A carne foi encontrada, em média, a R$ 33,22 o quilo há um mês e agora custa R$ 31,60, redução de 4,88%. Já o preço médio do pedaço de patinho sofreu queda de 4,78%, saindo de R$ 30,53 para R$ 29,07. Por outro lado, a picanha foi o único corte que ficou mais caro. Em dezembro, o consumidor pagava, em média, R$ 46,67 pelo quilo. Um mês depois, o preço subiu paara R$ 47,02, alta de 0,75%.

Na avaliação do diretor do site Mercado Mineiro, Feliciano Abreu, a queda dos preços da carne de boi se explica pela redução do consumo, depois da disparada nos preços no final do ano passado. Os preços dos cortes bovinos sofreram valorização média de 25% em novembro de 2019, principalmente devido a um aumento de demanda da carne brasileira exportada à China e à valorização do dólar.

Cortes bovinos, no entanto, encareceram. O preço médio do pernil com osso inteiro saiu de R$ 14,61 no início de dezembro para R$ 15,47 neste mês: elevação de 5,89%. Já a pazinha ficou em média 5,68% mais cara no período. Há um mês, o preço médio era de R$ 13,20; agora é de R$ 13,95. Um produto suíno que ficou mais barato no período foi a costelinha. O quilo passou de R$ 18,28 para R$ 17,98, queda de 1,64%.
* Estagiário sob supervisão da subeditora Marta Vieira

Fonte: Jornal Estado de Minas https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2020/01/07/internas_economia,1112551/precos-das-carnes-de-boi-recuam.shtml


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *