Preço de exames para identificar o novo coronavírus pode variar 150% em Belo Horizonte

RESUMO

  • Levantamento foi feito entre os dias 22 e 24 de julho de 2020 em farmácias, drogarias e laboratórios e abrange os três tipos de testes mais procurados
  • Exames ‘comuns’ também têm variações significativas. O PSA pode custar de R$ 19 a R$ 81 com uma variação de 326%. 
  • Levantamento foi feito pelo site Mercado Mineiro 

O preço de exames para identificação do novo coronavírus pode variar 150% em estabelecimentos de Belo Horizonte, mostra a primeira pesquisa do site Mercado Mineiro sobre os testes. O levantamento foi feito entre os dias 22 e 24 de julho de 2020 em farmácias, drogarias e laboratórios e abrange os três tipos de testes mais procurados.

O exame Molecular (RT-PCR e RT-PCR Genexpert) foi encontrado de R$ 249 até R$ 300, variação de R$ 51,00 ou 20,48%. O preço médio do teste Molecular RT-PCR  é de R$ 274,89. 

O teste de detecção de anticorpos IgG / IgM  pode custar de R$ 119 a R$ 300, variação de R$ 181,00 ou 152%. 

O teste Ag (Antígenos) que verifica a resposta imunológica do corpo em relação ao vírus pode custar de R$ 150 a R$ 219,90, com uma variação de R$ 69,90 ou 46,60%

Outros exames: 

Exames ‘comuns’ também têm variações significativas. O PSA pode custar de R$ 19 a até R$ 81 com uma variação de 326%. 

O exame de colesterol total e frações foi encontrado por R$ 23 até R$ 45, variação de 95%. 

O hemograma completo pode custar de R$ 11 a R$ 25, diferença 127%. 

O exame de proteínas totais é comercializado de R$ 7,00 a R$ 20, variação de 185%.

Por fim, o exame de plaquetas foi encontrado de R$ 7,00 a R$ 20, diferença de 185%

A pesquisa completa está no site Mercado Mineiro .

Fonte: Rádio Itatiaia


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *